terça-feira, julho 20, 2010

Fada dos Contos (parte2)

Beah sempre foi uma fadinha muito estabanada, tinha espírito de senhorinha e adorava dançar.

A função da fadinha na sua sociedade, era fazer com que os casais se apaixonassem de verdade. Beah sempre conseguia, mesmo com todas as confusões que chegava a aprontar, ela sempre dava o jeitinho dela.
Mas um dia Beah acordou se sentindo meio sem graça, não entendia o que era o vazio que sentia. Sempre se deu socialmente bem com as pessoas e, apesar de ser uma fadinha sozinha e solitária, nunca deixou o sorriso sair de seu rosto.
Beah não gostou do que sentia e buscando procurar uma resposta para seu problema, arrumou uma trouxinha e saiu para conhecer o mundo.
Conheceu muitos lugares maravilhosos. Mares com ondas tão altas, árvores tão enormes e ventos tão frios, que ela até se assustava. Conheceu todos os tipos de flores, todos os cheiros e gostos, viajou desde o pior deserto até a mais alta montanha.
Depois de tantos riscos, tantas aventuras e tantas descobertas, Beah resolve voltar para casa e descansar. Organizar os pensamentos e por um fim ao seu problema.
Eis que surge um outro problema...


(to be continue)
Fada dos Contos (parte 1) : http://www.sophiajares.blogspot.com/2008/09/fada-dos-contos-parte1.html

segunda-feira, julho 19, 2010

strange feelings

Me sinto meio estranha,
não sei explicar exatamente o quão estranha..
Me sinto meio envergonhada, recatada, quieta,
e principalmente pensativa.
Tô aqui, mas só de corpo.

Sempre cheia, mas sempre vazia.

Será esse o caminho?

Hoje alguém leu de verdade a minha mão. De forma superficial, mas entendida. Falou sobre três assuntos: Vida, amor e finanças. Falou que...