terça-feira, agosto 31, 2010

HOJE É O DIA DO BLOG

Hoje é dia do blog. Não deixe de comemorar dando aquele pescotapa irreverente no seu amigo nerd.


MAS ISSO É VERDADE?

Bom, se for, parabéns blog! Mais muitos anos de vida pra gente! :)
E Parabéns para todos os milhões de blogs e aos respectivos blogueiros!

segunda-feira, agosto 30, 2010

nervoso

Fico tão nervosa que eu esqueço do que falar
e começo a procurar os meus amigos ou qualquer coisa pra fazer urgentemente.

Fica parecendo até que eu não sou educada,
ou que eu não quero papo, mas não pense isso,
é só nervoso.

Começo a suar e a pensar:
"E agora o que eu falo?"
Eu sempre me acho uma idiota depois.

Eu JURO que da próxima vez eu vou me apresentar,
apesar de achar que você sabe quem eu sou.
Mas eu vou te olhar e dizer:
"Prazer Sophia, desculpa se eu pareci meio mal educada, acho que era nervoso!"

segunda-feira, agosto 23, 2010

Quanto mais o mundo pede paz, mais as pessoas vivem em pé de guerra.

Qual é galera? Não dá pra perceber que o mundo tá perdendo a paciência?

sexta-feira, agosto 06, 2010

Falta de educação x Violência

O crescente aumento das desigualdades sociais contribue consideravelmente para a extensa violência que assusta o país, mas não há nada que a justifique melhor do que a falta de educação.
A violência não é um assunto que se restringe a um grupo social, ela independe de qualquer característica fenotípica e hierárquica dos cidadãos. Pode-se constar isso através dos noticiários, onde sempre aparecem histórias de pessoas que aparentemente são do bem e que possuem poder aquisitivo e , por causa de violência, acabam sendo presos. Alguns casos de violência gratuita entre outros milhões que acontecem por minuto em todo país.
O grau de instrução de um indivíduo não provém apenas do ensino escolar que, diga-se de passagem, é um sistema muito carente e falho, e que vem deixando uma lacuna enorme na formação do caráter do mesmo. Lacunas estas que deveriam ser preenchidas também pelo convívio do próprio indivíduo no sem âmbito familiar. A ausência e/ou a displicência dos familiares, pode causar transtornos de humor e transformá-los em agressores em potencial.
Educação vem desde casa e os pais devem fazer sua parte. Assim como os governantes do país também deveriam fazer, começando por educar as instituições escolares não apenas para os ensinos didáticos, mas principalmente para os ensinos sociais. Além de disponibilizar mais vagas e atenção às escolas públicas.
Educação não é apenas um bem individual, é um bem à sociedade.

terça-feira, agosto 03, 2010

paz, malandro!

Porque que tem gente que gosta de "saber" tudo quanto é tipo de assunto? E quando não sabe inventa uma estória e ainda põe nomes nas pessoas inexistentes. PRA QUE? Pra fingir que sabe? NÃO, PELO AMOR DE DEUS. Parem com isso, essa historinha de quem sabe mais, o mundo é dos inteligentes e o burro morreu achando..não tá com nada mais!
Hoje em dia quanto mais insuportável de inteligente você é, mais parece que você não sabe o que está falando. E esse vício de querer se sobrepor, de sair humilhando as pessoas,tá tudo fora de moda.. a moda agora é a paz, malandro!

vai, vem

Não sei se vou ou se fico,
Não sei se fico ou se vou.

Não sei se me permito,
não sei se repito.

Não sei nem direito,
imagina do esquerdo?

Tô virada do avesso,
o avesso ao quadrado.

Eu sei que vai,
mas por favor,
me diz que vem!

segunda-feira, agosto 02, 2010

ME DEIXA , pô!

Ser sozinha as vezes não é um bicho de sete cabeças.
Pensando pelo lado negativo da situação: não tem ninguém por perto para que você possa ter um convívio social. De forma mais esdrúxula, "jogar conversa fora".
Que, muitas vezes, o termo acima é usado no sentido literal. Poxa vida gente, hoje em dia não existe só jornal e/ou essas grandes asneiras que a mídia impõe na vida da sociedade para que possamos nos enxer de informação. Também existe cultura, história e muita informação real. ( Tudo bem, isso foi uma pequena digressão, apenas um desabafo necessário.)
Acho que pelo lado negativo, por enquanto, só temos o fato da falta de socialização que se faz necessário à todos - ou pelo menos quase todos - seres humanos normais.
Não que eu esteja dizendo que eu sou anormal, de forma alguma, jamais faria tal calúnia contra a minha própria pessoa. Mas, apesar de A-D-O-R-A-R o fato de que um dia eu aprendi a falar, eu adoro mais ainda o fato de que eu aprendi a pensar.
E é aí que começamos a pensar pelo lado positivo da situação.
Sozinha eu penso muito melhor, em comunidade não dá né? Sempre tem alguém querendo saber se tu estás bem só porque estás muito tempo calada. - "Sim, estou bem, posso continuar calada agora?"
Sozinha eu brinco comigo mesma, me lembro de fatos, de histórias, de besteiras que podem me fazer rir a tarde inteira. E com alguém por perto, eu não consigo porque eu só escuto "bla blá blá..".
Sozinha eu produzo, escrevo, crio, desenho. Esperando que ninguém me perturbe com um " o que é isso?"
Sozinha eu organizo minhas idéias, minha agenda, meu estudo, TUDO. Mas sempre vai ter alguém por perto querendo saber o que eu estou pensando, e o que eu provavelmente vou estar pensando é: "ME DEIXA, pô!".

Será esse o caminho?

Hoje alguém leu de verdade a minha mão. De forma superficial, mas entendida. Falou sobre três assuntos: Vida, amor e finanças. Falou que...