terça-feira, junho 27, 2006

Me lembro quando me olhastes,
queria afastar esses teus olhos verdes pra longe de mim.
Me arrepiastes até a nuca quando me tocastes,
não conseguia mais achar minha metade sã,
tentei por um ponto final, pensei que isso não podia acontecer.
Por muito tempo me confundistes com teus beijos,
me enfeitastes de sonhos.
Encontrei em ti tudo que não queria encontrar por um tempo,
e foi inevitável não deixar crescer.
Hoje, eu conheço o melhor e o pior que há em ti,
e sem medo eu posso te dizer que não vou te fazer triste,
porque mesmo com as nossas diferenças,
eu te amo cada dia mais!

Nenhum comentário:

Lua

Lua, Tu que tantas vezes me vistes chorar, Seca agora esse meu pranto, E ilumina meu caminhar. Lua, Tu que sempre ouvistes meus lamen...