sábado, junho 21, 2008

O porque de Deus ter dado cérebro às mulheres







































Homens são prepotentes, têm mania de falar que são os machos dominantes. CLARO! O que seria de nós, mulheres, sem eles para matar aquela barata, ou pra trocar de lâmpada, ou pra fazer outros serviços que nos exige força bruta? Coisa que só eles têm para nos oferecer!
Concordo que conseguimos muito bem nos virar sozinhas. E o que nos garante isso, foi o grande presente divino, o CÉREBRO.
A alguns anos atrás, li "O Mundo de Sofia" (acho que todo mundo já ouviu falar desse livro), não o li porque tem meu nome, mas por terem me falado que a parte feminina de Deus é Sofia e que essa informação, era contida no livro. Sei que já tem um bom tempo, mas me lembro bem que dizia: SOFIA, o rosto feminino de Deus.
Como pode isso? Sofia vem do grego e significa sabedoria. Por causa de tanta sabedoria, dizem que ela têm muitas caras: Deusa Negra, Divino Feminino e Mãe de DEUS!
Dizem também que os sentimentos vivem em duplas, e sabedoria vive de mãos dadas com a vontade. Ou seja, Deus a obedecia, era Sofia quem bolava o plano enquanto Deus ia só desenhando. Sofia é filha de seres transcendentais e possui uma alma transcendental.
Por isso Deus deu o cérebro às mulheres. Porque Sofia mandara na vontade. E Deus obedecera sabedoria.




Além do cérebro, ele ainda me presenteou com esse nome lindo!!
Todas as mulheres deveriam se chamar Sofia (ou Sophia).

3 comentários:

Ivan Daniel disse...

Blasfêmia. Contra-senso. Balela.
Mas a piada ainda está boa.
hehehehehehe...

Harold disse...

Viva você que tem este nome tão expressivo. Viva seu pai e sua mãe que lhe deram um nome tão expressivo.
Tudo de bom sempre.
Beijos e saúde!!!



Obs: deixe seu comentário lá no meu blog. Valeu!!!!

antonio bernardo jares alves disse...

Ei, sou teu pai, heim?
Mais respeito com meu cérebro. Tudo bem que não funciona direito...quê?

Será esse o caminho?

Hoje alguém leu de verdade a minha mão. De forma superficial, mas entendida. Falou sobre três assuntos: Vida, amor e finanças. Falou que...